Candidaturas Doutoramentos 2021/2022

Encontra-se aberta a 1ª fase de candidatura ao Doutoramento em Antropologia no Departamento de Ciências da Vida, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra

Mais informações sobre o programa e datas estão disponíveis em:

https://www.uc.pt/fctuc/dcv/ensino/dou_antrop

https://www.uc.pt/candidatos/escola_3/fctuc/DCV

Mestrado em Antropologia Forense 2021/2022

Encontram-se abertas as candidaturas para a 1ª fase do Mestrado em Antropologia Forense.

Mais informação disponível em https://www.uc.pt/fctuc/dcv/ensino/mes_antro_forense

IX In4Med – Take the lead, Risk to achieve

Os membros do Laboratório de Antropologia Forense, Calil Makhoul, Angela Bessa e SiYang Zeng realizaram duas sessões de workshop online nos passados dias 10 e 11 de abril de 2021. Esta atividade decorreu no âmbito do  “IX In4Med – Take the lead, Risk to achieve, Coimbra’s medical & scientific congress” organizado por estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.

 

Consequências funcionais e sociais de várias lesões esqueléticas

Um estudo desenvolvido por investigadores da Universidade de Coimbra, do Instituto Universitário Egas Moniz e da Universidade Nova de Lisboa fornece novas pistas para a compreensão das dinâmicas sociais e culturais da época pós-medieval em Portugal.

A equipa, coordenada pelos antropólogos Francisco Curate, FCTUC e colaborador do Laboratório de Antropologia Forense, e Nathalie Antunes-Ferreira, do Instituto Universitário Egas Moniz, estudou um esqueleto do sexo masculino, encontrado durante uma escavação arqueológica realizada em 2018 no adro da antiga Capela do Espírito Santo de Bucelas, perto de Lisboa, que despertou a atenção da equipa responsável pela escavação, por apresentar evidências de lesões múltiplas com sequelas importantes, destacando-se de forma clara dos outros indivíduos encontrados.

 

É possível ler mais sobre este trabalho em:

https://www.uc.pt/fctuc/article?key=a-22eaa0e596

https://www.publico.pt/2021/02/10/ciencia/noticia/veio-revelar-esqueleto-vida-posmedieval-portugal-1950082

O artigo original, Interpreting injury recidivism in a rural post‐medieval male individual from Bucelas, Portugal, encontra-se aqui.

« Older posts